Retrospectiva Ciclovia da Pampulha


terça-feira, 22 de outubro de 2013

Ciclovia Na Lagoa Da Pampulha


Amigos, leiam este documento na qual consta informações do que foi discutido no último dia 16 de outubro (quarta-feira passada) dentro do GT Pedala BH, onde foi colocado algumas sugestões de mudanças para que a ciclovia da Pampulha pudesse chegar num consenso de todos os interessados.

Nesta reunião foi discutida as seguintes questões: nossa sugestão de construir a ciclovia no sentido contrário (do lado da calçada da lagoa) foi descartada pela BHTrans, até então...

Ata:
Segue os itens imprescindíveis para o bem comum de todos, e lembrar que do contrário, pessoas estarão correndo riscos de vida!
Opções pautada com as seguintes questões:

01 - Mão única para veículos principalmente nos SETE QUILÔMETROS onde esta sendo construída a ciclovia com separador físico (prisma) que começa no PIC PAMPULHA até o CLUBE BH.

02 - Veículos obrigatoriamente terão que circular na esquerda da pista com separador físico apenas de FAIXA SONORIZADORA nestes 7km inclusive na barragem.

03 - Pista central exclusiva para ciclistas com maior velocidades.

04 - Velocidade de 30 km/h controlada por radares eletrônicos para veículos instalados em vários pontos especialmente nas retas.

05 - Radares eletrônico exclusivo independente de horário para que veículos NÃO invadam a pista central (pista (ciclofaixa) exclusiva para ciclistas com maior velocidade).

06 - Sinalização no chão e braços estendidos com placas grandes de advertência indicando "pista exclusiva para ciclistas em treinamento", "Pista exclusiva para ciclistas", etc.

07 - Melhorias nas rotatórias para ciclistas não serem estrangulados por veículos como acontece.

08 - Nos demais trechos (11km) sugerimos apenas bikes grandes pintadas no chão junto com a faixa continua de apenas 10m a cada 200 metros.

09 - De todos estes itens apresentados, o que é mais importante é o número 05. Sem este é impossível concluir tais idéias.

URGENTE!!!
Devido ausência das demais entidades nesta reunião (Liga Mineira de Ciclismo, Federação Mineira de Ciclismo, Associação de bairros Procivitas, vereadores e usuários), uma terceira reunião deverá ser marcada para que endossem estas questões caso estejam de acordo. Caso não sejam aceitas tais reivindicações continuaremos com nossas sugestões de mão única no sentido horário também mantemos a segunda sugestão, quando oferecemos um projeto de construírem a ciclovia do outro lado da orla (substituir a contra mão dos veículos atual, para a ciclovia segregada).

Demais solicitações importantes colocadas nesta reunião se deu na implantação de radar eletrônico por toda a orla com velocidade 30 / 40km/h para veículos.

Não continuar a obra de ciclovia segregada enquanto todos os itens citados serem instalados até pela questão de segurança dos próprios usuários por um período indeterminado, por se tratar de uma questão um tanto complexa se tratando de mudanças na orla da Pampulha.

Bom, deixar claro que esta é a pauta em discussão sobre o assunto como proposto sobre a polêmica obra da ciclovia da Pampulha e não seria instalado os prismas como segue nesta carta.
Mas vê-se que a BHTrans e o GT (grupo de trabalho do Pedal em Ciclo) NÃO podem assumir tal responsabilidade ou como podemos dizer: irresponsabilidade de quebrar o combinado e agindo de forma a comprometer pessoas colocando-as em riscos de acidentes sem se quer terem oferecido um dos itens mais importantes que seria obrigatoriedade de mão única pra veículos neste trecho em obras, até por se tratar de um assunto complexo de mudar uma rotina de quem ali vive.

RESUMINDO: não estão cumprindo com estas ideias e não estão nem um pouco preocupados com os riscos que as pessoas estarão correndo enquanto tudo não estiver oficialmente firmados e claro, todas as partes envolvidas não terem manifestados suas opiniões. Com tudo, fizemos nossas sugestões e eles fazem como querem como podem ver nas fotos que seguem.

DESRESPEITO COM TODOS NÓS CICLISTAS ENVOLVIDOS NESTE PROJETO E TRAÍDOS POR ESTA ATITUDE!!!
Abraços.

Nenhum comentário:

Postar um comentário